Cultura do escândalo e a “ortodontia” da accountability em democracias recentes: estudo sobre reformas anticorrupção no Brasil na era Lava Jato

Temístocles Murilo Oliveira Júnior

Resumo



Texto completo:

PDF

Referências


ALLISON, G.; HALPERIN, M. Bureaucratic Politics: A Paradigm and Some Policy Implications. World Politics, v. 24, p. 40-79, 1972.

ALLISON, G.; ZELIKOW. Essence of Decision: Explaining the Cuban Missile Crisis. New York: Longman, 1999.

ARANTES, R. B. The Federal Police and the Ministério Público. In: POWER, T.; TAYLOR, M. Corruption and democracy in Brazil: the struggle for accountability. Notre Dame: Notre Dame Press, 2011a. p. 184-217.

ARANTES, R. B. Polícia Federal e construção institucional. In: AVRITZER, L.; FILGUEIRAS; FERNANDO Corrupção e sistema político no Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011b. p. 99–132.

AVRITZER, L. Índices de percepção da corrupção. In: AVRITZER, L., et al. Corrupção: ensaios e críticas. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2008. p. 505-510.

BANCO MUNDIAL. The State in a Changing World - World Development 1997. Washington D.C.: Oxford University Press, 1997. 281 p. ISBN 0163-5085.

BBC NEWS. Brazil Congress rejects controversial amendment. BBC News Latin American & Caribbean, 26 jun. 2013. Disponivel em: . Acesso em: 16 dez. 2015.

BBC NEWS. The largest foreign bribery case in history. Business, 2018a. Disponivel em: . Acesso em: 25 set. 2018.

BBC NEWS. Brazil corruption scandals: All you need to know. Latin America, 2018b. Disponivel em: . Acesso em: 2 set. 2018.

BEACH, D.; PEDERSEN, R. Process-Tracing Methods: foundations and guidelines. Michigan: The University of Michigan Press, 2013.

BIGNOTTO, N. Corrupção e opinião pública. In: AVRITZER, L.; FILGUEIRAS, F. Corrupção e sistema político no Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011. p. 15-43.

BOBBIO, N. O futuro da democracia; uma defesa das regras do jogo. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1986.

BOVENS, M. Analysing and Assessing Accountability: A Conceptual Framework. European Law Journal, v. 13, n. 4, p. 447-468, 2007.

BRASIL. Lei nº 12.846, de 1º de agosto de 2013. Dispõe sobre a responsabilização administrativa e civil de pessoas jurídicas pela prática de atos contra a administração pública, nacional ou estrangeira, e dá outras providências. Brasília. 2013a.

BRASIL. Lei Nº 12.850, de 2 de agosto de 2013. Define organização criminosa e dispõe sobre a investigação criminal, os meios de obtenção da prova, infrações penais correlatas e o procedimento criminal. Brasília. 2013b.

BRENYA, E. et al. Democratic Institutions and Political Accountability: A Case Study of Ghana’s Fourth Republican Parliament. The International Journal Of Humanities & Social Studies, v. 2, n. 12, p. 52-67, 2014.

CÂMARA DOS DEPUTADOS. Projeto de Lei PL 6826/2010. Brasília. 2010.

CÂMARA DOS DEPUTADOS. Proposta de Emenda à Constituição PEC 37. Câmara dos Deputados. Brasília. 2011.

CENEVIVA, R. Accountability: novos fatos e novos argumento - uma revisão de literatura recente. Anais do II Encontro de Administração Pública e Governança. São Paulo: Anpad. 2006.

CONSULTOR JURÍDICO. Marca da 'lava jato' é uso da colaboração premiada como forma de defesa. Mudança de Paradigmas, 2016. Disponivel em: . Acesso em: 25 set. 2018.

CONSULTOR JURÍDICO. Delegado da Polícia Federal critica delações firmadas pelo MPF na "lava jato". Versões Conflitantes, 2017. Disponivel em: . Acesso em: 2 set. 2018.

CORRÊA, I. M. Sistema de integridade: avanços e agenda de ação para a administração pública federal. In: AVRITZER, L.; FILGUEIRAS, F. Corrupção e sistema político no Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011. p. 163-190.

CORREIO BRAZILIENSE. STF decide que Polícia Federal pode fechar acordos de delação premiada. Especial, 2018. Disponivel em: . Acesso em: 2 set. 2018.

ELLIOTT, K. A. Introdução. In: ELLIOTT, K. A. A corrupção e a economia global. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2002a. p. 17-26.

ELLIOTT, K. A. A corrupção como um problema de legislação internacional: recapitulação e recomendações. In: ELLIOTT, K. A. A corrupção e a economia global. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2002b. p. 256-339.

EMPRESA BRASIL DE COMUNICAÇÃO. STF decide que Ministério Público tem poder de investigação criminal. Agência Brasil, 2015a. Disponivel em: . Acesso em: 14 mar. 2016.

EMPRESA BRASIL DE COMUNICAÇÃO. Operação Lava Jato: Entenda o que é a delação premiada. Agência Brasil, 2015b. Disponivel em: . Acesso em: 14 mar. 2016.

EMPRESA BRASIL DE COMUNICAÇÃO. Empresas investigadas na Lava Jato negociam acordo de leniência com a CGU. Agência Brasil, 2016. Disponivel em: . Acesso em: 14 mar. 2016.

EMPRESA BRASILEIRA DE COMUNICAÇÃO. Anistia Internacional aponta abuso policial em protestos de junho de 2013. Cidadania, 2014. Disponivel em: . Acesso em: 20 abr. 2018.

ESTADÃO. ‘Extremo retrocesso’, reagem delegados da PF a Janot. Fausto Macedo, 2016. Disponivel em: . Acesso em: 2 sey. 2018.

ESTADÃO. Acordos de leniência devem garantir R$ 24 bilhões aos cofres públicos, diz Raquel. Política, 2017a. Disponivel em: . Acesso em: 28 ago. 2018.

ESTADÃO. Supremo deverá avaliar delação de Duda com a PF. Política, 2017b. Disponivel em: . Acesso em: 2 set. 2018.

ESTADÃO. ‘Atual PGR tenta se autoafirmar como investigador’. Política, 2017c. Disponivel em: . Acesso em: 2 set. 2018.

ESTADÃO. Berço da Lava Jato vê divórcio entre PF e procuradores. Política, 2017d. Disponivel em: . Acesso em: 2 set. 2018.

FILGUEIRAS, F. Corrupção, democracia e legitimidade. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2008.

FILGUEIRAS, F. O fortalecimento das instituilções de accountability no Brasil. Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, p. 123. 2015.

FMI. The Role of the IMF in Governance Issues: Guidance Note. Washington D.C.: International Monetary Fund, Publication Services, 1997.

FONSECA, C. B. G.; TABAK, B. M.; AGUIAR, J. C. A Colaboração Premiada Compensa? Núcleo de Estudos e Pesquisas/Senado Federal. Brasília. 2015.

FOX, J. The uncertain relationship between transparency and accountability. Development in Practice, v. 17, n. 4, p. 663-671, 2007. ISSN 0961-4524.

GALTUNG, F.; POPE, J. The Global Coalition Against Corruption: Evaluating Transparency International. In: SCHEDLER, A.; DIAMOND, L.; PLATTNER, M. F. The self-restraining state: power and accountability in new democracies. Boulder: Lynne Rienner Publishers, 1999. p. 257-284.

GGN. Os vazamento e a pós-verdade da Lava-Jato. Operação Lava Jato, 2016. Disponivel em: . Acesso em: 2 set. 2018.

GLYNN, P.; KOBRIN, S. J.; NAIM, M. A globalização da corrupção. In: ELLIOTT, K. A. A corrupção e a economia global. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2002. p. 25-57.

HUFFPOST. Por que o fim da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba prejudica as investigações. Política, 2017. Disponivel em: . Acesso em: 2 set. 2018.

JOHNSTON, M. A Brief History of Anticorruption Agencies. In: SCHEDLER, A.; DIAMOND, L.; PLATTNER, M. F. The self-restraining state: power and accountability in new democracies. Boulder: Lynne Rienner Publishers, 1999. p. 217-226.

JOHNSTON, M. Agentes públicos, interesses particulares e democracia sustentável: quando política e corrupção se unem. In: ELLIOTT, K. A. A corrupção e a economia global. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2002. p. 103-134.

JOTA. AGU discorda da PGR e diz ao STF que delegado pode fechar delação premiada. STF, 2016. Disponivel em: . Acesso em: 2 set. 2018.

JUSBRASIL. Polícia Federal defende seu direito de fechar delações premiadas. Folha Política, 2017. Disponivel em: . Acesso em: 2 set. 2018.

MACAULAY, F. Federalismand State Criminal JusticeSystems. In: POWER, T. J.; TAYLOR, M. M. Corruption and democracy in Brazil: the struggle for accountability. Notre Dame: University of NotreDame Press, 2011. p. 218-249.

MAINWARING, S. Introduction: Democratic Accountability in Latin America. In: MAINWARING, S.; WELNA, C. Democratic Accountability in Latin America. Nova Iorque: Oxford University Press, 2003. p. 3-33.

MANZETTI, L.; WILSON, C. J. Why Do Corrupt Governments Maintain Public Support? In: BLAKE, C. H.; MORRIS, S. D. Corruption and democracy in Latin America. Pittsburgh: University of Pittsburgh Press, 2009. Cap. 4.

MORRIS, S. D.; BLAKE, C. H. Introduction: Political and Analytical Challeges of Corruption in Latin America. In: BLAKE, C. H.; MORRIS, S. D. Corruption and democracy in Latin America. Pittsburgh: University of Pittsburgh Press, 2009. Cap. Introdução.

MPF. Acordos de colaboração premiada devem ser firmados pelo Ministério Público, defende PGR. Procuradoria-Geral da República, 2016. Disponivel em: . Acesso em: 2 set. 2018.

MPF. Acordos de leniência e de colaboração premiada fortalecem atuação do MPF no combate à corrupção. Combate à corrupção, 2017. Disponivel em: . Acesso em: 28 ago. 2018.

MPF. Entenda o Caso. Caso Lava Jato, 2018. Disponivel em: . Acesso em: 2 set. 2018.

NYTIMES. Brazil Shuts Down Successful Corruption-Fighting Task Force. Americas, 2017. Disponivel em: . Acesso em: 2 set. 2018.

O'DONNELL, G. Horizontal Accountability in New Democracies. In: SCHEDLER, A.; DIAMOND, L.; PLATTNER, M. F. The Self-Restraining State: Power and Accountability in New Democracies. Londres: Lynne Rienner Publishers, 1999. p. 29-51.

O'DONNELL, G. Horizontal Accountability: The Legal Institutionalization of Mistrust. In: MAINWARING, S.; WELNA, C. Democratic Accountability in Latin America. Oxford: Oxford University Press, 2003. p. 34-54.

OLIVEIRA JÚNIOR; MENDES. The fundamentals of corruption-fighting within the accountability program of the Brazilian Federal Government. Revista do Serviço Público, v. 67, n. 3, p. 291-318, 2016.

OLIVEIRI, C. et al. Control and Public Management Performance in Brazil: Challenges for Coordination. International Business Research, v. 8, n. 8, p. 181-190, 2015.

OLIVIERI, C. O Controle Interno como Instrumento de Accountability Horizontal: uma Análise Exploratória da Controladoria Geral da União. Anais do Encontro de Administração Pública e Governança da ANPAD. São Paulo: ANPAD. 2006.

PIETH, M. Cooperação Internacional de Combate à Corrupção. In: ELLIOTT, K. A. A corrupção e a economia global. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2002. p. 183-200.

POLÍCIA FEDERAL. Entenda a Lava Jato. Notícias, 2016. Disponivel em: . Acesso em: 2 set. 2018.

POLZER, T. Corruption: Deconstructing the World Bank Discourse. London School of Economics. Londres. 2001.

PORTO, M. P. The Media and Political Accountability. In: POWER, T. J.; TAYLOR, M. M. Corruption and democracy in Brazil: the struggle for accountability. Notre Dame: University of Notre Dame Press, 2011. p. 103-126.

PORTO, M. P. Media Power and Democratization in Brazil: TV Globo and the Dilemmas of Acountability. Nova Iorque: Routledge, 2012.

POWER, T. J.; TAYLOR, M. M. Introduction: Accountability Institutions and Political Corruption in Brazil. In: POWER, T. J.; TAYLOR, M. M. Corruption and democracy in Brazil: the struggle for accountability. Notre Dame: Notre Dame Press, 2011a. p. 1-28.

POWER, T. J.; TAYLOR, M. M. Conclusion: The Web of Accountability Institutions in Brazil. In: POWER, T. J.; TAYLOR, M. M. Corruption and democracy in Brazil: the struggle for accountability. Notre Dame: University of Notre Dame Press, 2011b. p. 250-275.

PRAÇA, S. Corrupção e reforma institucional no Brasil, 1988-2008. Opinião Pública, Campinas, v. 17, n. 1, p. 137-162, 2011.

PRAÇA, S.; TAYLOR, M. M. Inching Toward Accountability: The Evolution of Brazil's Anticorruption Institutions, 1985-2010. Latin American Politcs and Society, v. 56, n. 2, p. 27-48, 2014.

PRADO, M. M.; CARSON, L.; CORRÊA, I. The Brazilian Clean Company Act: Using Institutional Multiplicity for Effective Punishment. Osgoodc Hall Law Journal, v. 53, n. 1, 2015.

PRIOR, H. Esfera Pública e Escândalo Político: A Face Oculta do Poder. Ramada: Media XXI - Publishing, Research and Consulting, 2016.

REHREN, A. The Crisis of the Democratic State. In: BLAKE, C. H.; MORRIS, S. D. Corruption and democracy in Latin America. Pittsburgh: University of Pittsburgh Press, 2009. Cap. Conclusão.

SCHEDLER, A. Conceptualizing Accountability. In: SCHEDLER, A.; DIAMOND, L.; PLATTNER, M. F. The self-restraining state: power and accountability in new democracies. Boulder: Lynne Rienner Publishers, 1999a. p. 13-28.

SCHEDLER, A. Restraining the State: Conflicts and Agents of Accountability. In: SCHEDLER, A.; DIAMOND, L.; PLATTNER, M. F. The self-restraining state: power and accountability in new democracies. Boulder: Lynne Rienner Publishers, 1999b. p. 333-350.

SENADO FEDERAL. Projeto de Lei PLS 150. Senado Federal. Brasília. 2006.

SENADO FEDERAL. Projeto de Lei PLC 41. Senado Federal. Brasília. 2010.

SENADO FEDERAL. Projeto de Lei PLC 26. Senado Federal. Brasília. 2012.

SENADO FEDERAL. Debatedores são contra criminalizar manifestação. Jornal do Senado, 2014. Disponivel em: . Acesso em: 20 abr. 2018.

SMULOVITZ, C.; PERUZZOTTI, E. Social Accountability. In: SMULOVITZ, C.; PERUZZOTTI, E. Enforcing the rule of law: social accountability in the new Latin American democracies. Pittsburgh: University of Pittsburgh Press, 2006. p. 3-33.

SPECK, B. W. Auditing Instituttions. In: POWER, T. J.; TAYLOR, M. M. Corruption and democracy in Brazil: the struggle for accountability. Notre Dame: University of Notre Dame Press, 2011. p. 127-161.

TAYLOR, M. M. Corruption, Accountability Reforms, and Democracy in Brazil. In: BLAKE, C. H.; MORRIS, S. D. Corruption and Democracy in Latin America. Pittsburgh: University of Pittsburgh Press, 2009. p. 150-168.

TAYLOR, M. M. The Federal Judiciary and Electoral Courts. In: POWER, T. J.; TAYLOR, M. M. Corruption and democracy in Brazil: the struggle for accountability. Notre Dame: University of Notre Dame Press, 2011. p. 162-183.

TAYLOR, M. M.; BURANELLI, V. C. Ending Up in Pizza: Accountability as a Problem of Institutional Arrangement. Latin American Politics and Society, v. 49, n. 1, p. 59-87, 2008.

THE GUARDIAN. Operation Car Wash: Is this the biggest corruption scandal in history? The Long Read, 2017. Disponivel em: . Acesso em: 2 set. 2018.

THOMPSON, J. B. Political Scandal: Power and Visability in the Media Age. Cambridge: Polity Press, 2000.

TUMBER, H.; WAISBORD, S. R. Introduction: Political Scandals and Media Across Democracies, Volume I. American Behavioral Scientist, v. 47, n. 8, p. 1031-1039, 2004.

UOL. Lava Jato: cronologia da investigação sobre escândalo de corrupção da Petrobras. UOL notícias, 2017a. Disponivel em: . Acesso em: 28 ago. 2018.

UOL. Em nota, MPF defende que PF não pode negociar acordos de delação. Política, 2017b. Disponivel em: . Acesso em: 2 set. 2018.

UOL. Procuradores da Lava Jato criticam fim de equipe exclusiva na PF do Paraná: "retrocesso". Operação Lava Jato, 2017c. Disponivel em: . Acesso em: 2 set. 2018.

VASCONCELLOS, V. G. Barganha e justiça criminal negocial: análise das tendências de expansão dos espaços de consenso no processo penal brasileiro. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, p. 361. 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Clique aqui para pesquisar os artigos por título.