O CONTROLE E A PUNIÇÃO SALVARÃO A ÉTICA PÚBLICA? As limitações do Sistema de Gestão de Ética do Poder Executivo Federal

Luís Henrique Monteiro Nunes

Resumo


O objetivo deste artigo é apresentar as limitações do Sistema de Gestão Ética do Poder Executivo Federal, enquanto política focada em um controle exercido por comissões desvinculadas de iniciativas institucionais de educação para a ética no Brasil. Para tanto, encetarei uma pesquisa qualitativa sobre a ideia de Ética e abordarei, a partir de experiência pessoal, o trabalho desenvolvido pelo Sistema de Gestão de Ética do Poder Executivo Federal. A prática do Sistema será relatada e examinada criticamente com o auxílio de algumas notas conceituais sobre ethos, ética pública, moral, moral sistêmica. O estudo identificará a ênfase normativa, com foco no controle e na sanção da conduta individual dos agentes públicos, como a característica mais relevante da atuação das comissões de ética que compõem o Sistema. Minha conclusão é de que esta linha de atuação se baseia em visão empobrecida de ética pública e é insuficiente para dar conta das necessidades sociais. Sem uma profunda mudança da concepção ética da sociedade brasileira atual não é possível se garantir a ética dos agentes públicos.


Texto completo:

PDF

Referências


AVRITZER, Leonardo et al. Corrupção: ensaios e críticas. Belo Horizonte-MG: Editora UFMG, 2008;

______________________. Introdução. In: AVRITZER, Leonardo et al. Corrupção: ensaios e críticas. Belo Horizonte-MG: Editora UFMG, 2008, p. 11-19;

BORON, Atilio. Filosofia política e crítica da sociedade burguesa: o legado teórico de Karl Marx. In: BORON, Atilio. (Org.). Filosofia política moderna: De Hobbes a Marx. São Paulo, SP: CLACSO, DCP-FFLCH/USP, 2006, p. 287-328;

BRASIL. Lei nº 8.429, de 02 de junho de 1992. Dispõe sobre as sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito no exercício de mandato, cargo, emprego ou função na administração pública direta, indireta ou fundacional e dá outras providências. Diário Oficial da União 1992; 03 jun;

______. Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. Regulamenta o art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal, institui normas para licitações e contratos da Administração Pública e dá outras providências. Diário Oficial da União 1993; 22 jun;

______. Decreto nº 1.171, de 22 de junho de 1994. Aprova o Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal. Diário Oficial da União 1994; 23 jun;

______. Decreto sem nº, de 26 de maio de 1999. Cria a Comissão de Ética Pública e dá outras providências. Diário Oficial da União 1999; 27 mai;

______’9. Decreto nº 6.029, de 1] de fevereiro de 2007. Institui o Sistema de Gestão da Ética do Poder Executivo Federal e dá outras providências. Diário Oficial da União 2007; 02 fev;

CORTINA, Adela. Ética mínima. São Paulo, SP: Martins Fontes, 2009;

DARDOT, Pierre, LAVAL, Christian. A nova razão do mundo. São Paulo, SP: Boitempo, 2016;

DROIT, Roger-Pol. Ética. Uma primeira conversa. São Paulo, SP: Martins Fontes, 2012

EISENBERG, José, MUDESTO, Rodrigo. O declínio da ética pública. In: Cadernos Adenauer: Ética pública e controle da corrupção. Rio de Janeiro,RJ: Fundação Konrad Adenauer, 2011, pp. 11-22;

GONZÁLEZ, Juliana. El Ethos, destino del hombre. Mexico D. F.: Fondo de Cultura Económica, 1996;

GRAMSCI, Antônio. Cadernos do Cárcere, volume 3. Rio de Janeiro, RJ: Civilização Brasileira, 2000;

________________. Cadernos do Cárcere, volume 2. Rio de Janeiro, RJ: Civilização Brasileira, 2004;

HABERMAS, Jürgen. Consciência moral e agir comunicativo. Rio de Janeiro,RJ: Tempo Brasileiro, 1989;

JASMIN, Marcelo. Por que República? In: NOVAES, Adauto (org.) O esquecimento da política. Rio de Janeiro, RJ: Agir, 2007;

OLIVEIRA, Manfredo A. de (Org.). Correntes fundamentais da ética contemporânea. Petrópolis, RJ: Vozes, 2000;

REIS, Fábio W. Corrupção, cultura e ideologia. In: AVRITZER, Leonardo et al. Corrupção: ensaios e críticas. Belo Horizonte-MG: Editora UFMG, 2008, p. 391-397

SOUZA, Jessé. A elite do atraso: da escravidão à Lava Jato. Rio de Janeiro, RJ: Leya, 2017;

TORRES, João C. B. Ética, direito e política. In: TORRES, João C. B. Manual de Ética: questões de ética teórica e aplicada. Petrópolis, RJ: Vozes; Caxias do Sul, RS: Educs, 2014, p. 407-446;

VAZ, Henrique C. L. Escritos de Filosofia IV: Introdução à ética filosófica. São Paulo, SP: Loyola, 1999;

WEBER, Max. Ensaios de Sociologia. Rio de Janeiro, RJ: LTC Editora, 1982.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Clique aqui para pesquisar os artigos por título.