Políticas Editoriais

Foco e Escopo

A Revista da CGU é um periódico científico publicado pela Controladoria-Geral da União (CGU), com foco nos seguintes temas: accountability e políticas anticorrupção; controle interno e auditoria pública; governança e riscos; correição e responsabilização administrativa; transparência e controle social; integridade e ética pública; ouvidoria e participação social; prevenção e combate à corrupção; e metodologia de pesquisa aplicada aos referidos temas.

A Revista tem como missão difundir e promover o conhecimento e pesquisa científica sobre os temas acima. Nossa prioridade é publicar trabalhos baseados em abordagens inovativas e críticas de cunho teórico, teórico-empírico ou metodológico.

Estamos abertos para submissão de artigos, traduções, resenhas e relatórios de pesquisa em português, inglês e espanhol e nossas políticas editoriais e diretrizes de submissão estão disponíveis nessas três línguas.

 

Políticas de Seção

Artigos

A Revista publica trabalhos em português, inglês ou espanhol, desde originais e inéditos e relacionados aos tópicos de interesse da Revista.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Traduções

A Revista publica traduções de idiomas estrangeiros ao português e vice-versa. As submissões de traduções devem vir acompanhadas do artigo ou capítulo original e de prévia autorização para publicação.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resenhas

A Revista aceita resenhas de livros publicados a menos de dois anos, contados da data de submissão da resenha. As resenhas podem ser submetidas em português, inglês ou espanhol. As resenhas podem conter até um máximo de 3 mil palavras, incluindo referências. Por favor insira na sua resenha o título, nome do autor, informações acerca da publicação da obra e paginação. Inclua ainda no final seu nome, afiliação atual, endereço eletrônico do currículo Lattes ou de outro CV e seu e-mail. Para o processo de revisão de resenhas, nós damos preferência a revisões mais específicas e que não se atenham aos formulários e questões formais próprios da revisão por pares.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Relatórios de Pesquisa

A Revista também aceita relatórios de pesquisas em andamentos. Estes relatórios devem se focar na análise de dados e não excluem futuras publicações que contenham uma versão mais definitiva da pesquisa.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Erratas e Retratações

A Revista poderá publicar erratas ou retratações para registro e correção de falhas ou descumprimentos das regras e padrões previstos na Ética da PublicaçãoProcesso de Avaliação pelos Pares e Diretrizes para Autores, em especial nos seguintes casos:

  • erro humano na coleta e classificação de dados; e
  • conduta intencional, como submissões simultâneas a mais de um periódico, conflito de interesse não declarado, fraude ou manipulação de dados, falha no cumprimento de protocolos de pesquisa, plágio ou “fatiamento” da pesquisa.

As erratas e retratações serão publicadas por meio das edições da Revista, identificando os trabalhos afetados, eventuais responsáveis e motivos.

Editores
  • Marcio Cunha Filho
  • Temístocles Oliveira Júnior
Não verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Controle Governamental, Prevenção e Combate da Corrupção

Dossiê de artigos científicos produzidos em programa de pesquisa de mesmo nome, após aprovação pelo Processo de Avaliação pelo Pares

Editores
  • Marcio Cunha Filho
Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Interfaces entre Sanções Estatais

Dossiê previsto para publicação em edição especial em dezembro/2020, sob coordenação da Editora Especial Raquel Scalcon, sobre a intersecção e a relação entre sanção administrativa e sanção penal, dada a notória aproximação entre tais facetas estatais nos últimos anos. Busca, assim, promover uma discussão científica qualificada tanto sobre a identidade e o papel de cada sanção, bem como sobre os eventuais problemas decorrentes da cumulação (múltiplas sanções administrativas e sobreposição de sanção administrativa com sanção penal).

Editores
  • Marcio Cunha Filho
Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê Accountability e Controle em Contextos de Pandemia

Dossiê previsto para publicação em edição especial em dezembro/2020, sob coordenação da Comissão Editorial, sobre o debate acerca dos instrumentos democráticos de exercício da accountability e do controle em contextos de pandemia, que é urgente neste momento em que o mundo atravessa a crise provocada pelo COVID-19.

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Editorial

Não verificado Submissões abertas Não verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

O Processo de Avaliação pelos Pares é aderente às normas e melhores práticas nacionais e internacionais, em especial às diretrizes e recomendações do Comitê de Ética na Publicação - COPE e da Comissão de Integridade de Pesquisa do CNPq.

Nossas Diretrizes para Autores e Ética da Publicação apresentam orientações para submissão e afirmam o comprometimento da Revista da CGU com padrões éticos e valores do campo científico para atuação dos autores, editores e revisores e garantia da qualidade dos trabalhos publicados.

O Processo de Avaliação é iniciado com o recebimento das contribuições que são analisadas inicialmente pelo editor responsável em desk review, que considera sua relevância frente ao Foco e Escopo. Neste estágio, os editores podem rejeitar contribuições que não estejam próximas às fronteiras teóricas e empíricas da revista ou que não respeitem os princípios e orientações básicas da comunicação acadêmica responsável.

Na próxima etapa, dois revisores realizam a revisão duplo-cega. Esses revisores avaliam as contribuições e fazem comentários e recomendações para melhoria. Esse estágio resulta na aprovação, aprovação com mudanças ou rejeição. Nos casos em que não há consenso entre os avaliadores, uma terceira análise será feita.

Após a aprovação dos editores e revisores, a contribuição passará por um processo de edição de cópias, incluindo verificação da bibliografia, idioma e outras normas. Esta etapa pode envolver esclarecimentos adicionais dos autores. Em seguida, a versão final é enviada aos autores para aprovação formal, após o que nenhuma modificação adicional será aceita. As contribuições serão publicadas em formato eletrônico no site da Revista e repositórios associados.

 

Periodicidade

A Revista da CGU adota modalidade de publicação continuada.

Nosso planejamento editorial prevê ao menos duas edições ordinárias por ano e ainda edições especiais sobre temas específicos e relevantes.

 

Política de Acesso Livre

A Revista da CGU adota Política de Acesso Livre, que estabelece que todos os trabalhos aprovados para publicação sejam disponibilizados de forma gratuita e permanente, em sua integralidade e sem a obrigatoriedade de cadastramento prévio.

Viabilizamos o o acesso tanto às edições e quanto a cada um dos trabalhos publicados por meio de endereços eletrônicos e arquivos PDF próprios, disponíveis pelo menu Atual e Anteriores. Desde o volume 11, edição 20, cada contribuição conta com um DOI específico. 

Desta forma, permite-se a leitura, download, cópia, compartilhamento, impressão, pesquisa ou referenciação dos trabalhos publicados sem a necessidade de permissão prévia dos autores e editores, observada a Declaração de Direitos Autorais desta Revista.

 

Arquivamento

A Revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

Além disso, os trabalhos publicados são também disponibilizados e armazenados pelo Repositório de Conhecimento da CGU, com o fito de reforçar a Política de Acesso Livre e a preservação de seu conteúdo.

 

Estrutura Editorial

 

EQUIPE EDITORIAL

 Comissão Editorial

   Dr. Temístocles Murilo de Oliveira Júnior - UFRJ

   Dr. Marcio Camargo Cunha Filho - UnB

   M. Sc. Flavio Rezende Dematté - IDP

   Dra. Mariana Barbosa Cirne - UniCEUB

   M. Sc. Vítor César Silva Xavier - UnB

 Editores Especiais

   Dr. Eduardo José Grin - FGV EAESP (dossiê especial Accountability e Controle em Contexto de Pandemia)

   Dr. Frederico Lustosa da Costa - UFF (dossiê especial Accountability e Controle em Contexto de Pandemia)

   M. Sc. Marcus Vinicius Rossi da Rocha - UFRGS

   Dr. Paulo Alexandre Batista de Castro - IDP

   Dra. Raquel Lima Scalcon - FGV Direito SP (edição especial Interfaces entre Sanções Estatais)


CONSELHO EDITORIAL

   Dr. Andityas Soares de Moura Costa Matos - UFMG

   Dr. Carlos Frederico Pereira da Silva Gama - UFT

   Dra. Cecília Olivieri - USP

   Dr. César Augusto Tibúrcio Silva - UnB

   Dr. Dawisson Elvécio Belém Lopes - UFMG

   Dr. Frederico Lustosa da Costa - UFF

   Dr. Ivan Ricardo Gartner - UnB

   Dra. Janaína Lima Penalva da Silva - UnB

   Dr. José Célio Silveira Andrade - UFBA

   Dr. José Matias-Pereira - UnB

   Dr. Leonardo Secchi - UDESC

   Dr. Luciano da Ros - UFSC

   Dr. Marco Cepik - UFRGS

   Dr. Matthew M. Taylor - American University

   Dra. Paula Veiga - Universidade de Coimbra

   Dr. Robert Gregory Michener - FGV-EBAPE

   Dr. Rubens Pinto Lyra - UFPB

   Dr. Saulo de Oliveira Pinto Coelho - UFG

 

REVISORES (2020)

   Dra. Adila Maria Taveira de Lima - UFT

   Dr. Alexandre Douglas Zaidan de Carvalho - UnB

   M. Sc. Alzira Ester Angeli - UFPR

   Dra. Ana Júlia Possamai - UFRGS

   Dra. Ana Luíza Aranha - UFMG

   Dr. Anderson Roberto Pires e Silva - UFPA

   M. Sc. Andréa Lucas Fagundes - UFRGS

   Dra. Andrea Oliveira Ribeiro - UNIRIO

   Dr. Antonio Duarte de Lima Júnior - CGU

   M. Sc. Bruno Jorge Fagali - USP

   Dr. Bruno Mello Souza - UFRGS

   Dra. Claudia Cappelli - UFRJ

   M. Sc. Claudia da Silva Jordão - Corvinus University of Budapest

   M. Sc. Cláudia Maria de Freitas Chagas - UnB

   M. Sc. Daiane Londero - UFRGS

   Dra. Daniella Maria dos Santos Dias - UNIFESSPA

   Dra. Elizabeth Matos Ribeiro - UFBA

   Dra. Érica Bezerra Queiroz Ribeiro - UniCEUB

   Dr. Fabio Lopes Soares - FCU

   Dr. Fabrício Vasconcelos Oliveira - UNAMA

   Dr. Felipe Fernandes Ribeiro Maia - Faculdades Milton Campos

   Dra. Fernanda Odilla Vasconcelos de Figueiredo - Università di Bologna

   Dr. Francisco Rogério Madeira Pinto - UnB

   Dr. Fúlvio Eduardo Fonseca - UnB

   Dr. Gills Vilar-Lopes - UNIFA

   Dra. Gilmara Mendes da Costa Borges - UFRN

   Dr. Hugo Melo Filho - Università degli Studi di Roma La Sapienza

   Dra. Isolda Lins Ribeiro - UFMG

   Dra. Izabela Moreira Corrêa - LSE

   M. Sc. Jacqueline Maria Cavalcante da Silva - UniCEUB

   Dra. Jennifer Azambuja de Morais - UFRGS

   Dr. Joacy Victor Araújo - UNLaM

   M. Sc. Joeldson Ferreira Guedes - USC

   M. Sc. José Antonio Gouvêa Galhardo - USP

   Dr. José Flávio Bianchi - UnB

   Dra. Karina Furtado Rodrigues - ECEME

   Dra. Layde Lana Borges da Silva - UNIR

   Dr. Li Chong Lee Bacelar de Castro - UCB

   M. Sc. Leonino Gomes Rocha - Universidade de Salamanca

   Dra. Loiva Mara de Oliveira Machado - UFRGS

   Dr. Lucas Borges de Carvalho - ENAP 

   Dra. Ludmila Melo Souza - UnB

   M. Sc. Luma Poletti Dutra - UnB

   Dr. Marcus Vinicius de Azevedo Braga - UFRJ 

   M. Sc. Maria Fernanda Colaço Alves - Universidade Sorbonne-Paris

   M. Sc. Maria Paula Escobar Bins - UFRGS

   Dra. Mariana Batista da Silva - UFPE

   Dr. Mauro Salvo - Bacen

   M. Sc. Nyalle Barboza Matos - UnB

   M. Sc. Olavo Venturim Caldas - UnB

   Dr. Pedro da Silva Moreira - UAM

   Dra. Priscila Spécie - USP

   Dr. Rafael Lamera Giesta Cabral - UFERSA

   Dr. Ramiro de Ávila Peres - UFRGS

   Dr. Raphael Peixoto de Paula Marques - UFERSA

   Dra. Raquel Mattos Pimenta - USP

   Dra. Renata Mendes de Araujo - Mackenzie

   Dr. Ricardo Lins Horta - UnB

   Dr. Rodrigo de Souza Gonçalves - UnB

   Dr. Rodrigo Piquet Saboia de Mello - IBICT

   Dr. Rogério de Souza Farias - IPRI

   Dr. Romualdo Anselmo Santos - CGU

   M. Sc. Ronaldo José Rêgo de Araújo - UFPB

   Dra. Simone Cristine Araújo Lopes - UFJF

   Dra. Taiana Fortunato Araujo - UFRJ

   Dr. Thomaz Anderson Barbosa da Silva - UAM

   M. Sc. Victor Godeiro de Medeiros Lima - UnB

   M. Sc. Vladimir Pinto Coelho Feijó - PUC Minas

 

Ética da Publicação

A Revista da CGU se compromete com padrões éticos e valores do campo científico para orientar a atuação dos autores, editores e revisores no Processo de Avaliação pelos Pares e para garantir a qualidade dos trabalhos publicados.

Desta forma, aderimos às normas e melhores práticas nacionais e internacionais, em especial às diretrizes e recomendações do Comitê de Ética na Publicação - COPE e da Comissão de Integridade de Pesquisa do CNPq.

Todas as partes envolvidas devem observar as políticas editoriais, padrões éticos e valores do campo científico, cujo descumprimento por levar às hipóteses de Retratação previstas, com destaque ao que se segue:

Para os autores:

  • As contribuições devem apresentar uma discussão objetiva sobre o significado do trabalho de pesquisa, bem como detalhes suficientes e referências que permitam a replicação dos experimentos. Resenhas também devem ser objetivas, compreensivas e levar em conta o estado da arte de forma precisa.
  • Os autores devem garantir que seu trabalho é inteiramente original e que as citações de trabalhos são adequadamente apresentadas. O plágio em todas as suas formas constitui comportamento antiético e é inaceitável. Afirmações dotadas de fraude ou imprecisões também constituem comportamento antiético, sendo inaceitáveis.
  • Os autores não devem submeter contribuições que estejam sob avaliação à consideração de outros periódicos. O autor responsável pela submissão deve garantir que há aceitação completa de todos os coautores sobre a versão final do artigo e de sua submissão para publicação.

Para os editores:

  • A avaliação dos manuscritos deve ser baseada exclusivamente no seu mérito acadêmico. O editor não deve utilizar de informações não publicadas em sua própria pesquisa sem o consentimento expressa dos autores.
  • Os editores devem zelar pela não identificação dos autores pelos revisores e vice-versa. Os editores devem ainda tomar medidas razoáveis e responsivas no caso de reclamações ou dúvidas em relação a um manuscrito submetido ou trabalho publicado.

Para os revisores:

  • Os manuscritos devem ser avaliados como documento de acesso restrito. Informações privilegiadas ou ideias obtidas por meio do duplo-cego devem ser mantidas sob sigilo e não podem ser utilizadas para obtenção de vantagem pessoal.
  • Os revisores não devem aceitar analisar manuscritos com os quais eles possuam qualquer conflito de interesses resultante de relações competitivas, colaborativas ou de outro caráter. Também não devem aceitar analisar manuscritos com informações que identifiquem os autores ou tomar quaisquer medidas voltadas a essa identificação ou de comunicação com os autores. Se um revisor souber que não deve proceder a realização de uma avaliação, deve comunicar prontamente ao editor responsável.
  • As avaliações devem ser conduzidas de forma objetiva e as observações ser formuladas com argumentos claros que às sustentem, de forma que os autores possam aprimorar seus trabalhos. Se um revisor selecionado não se sentir qualificado para realizar a avaliação, deve comunicar prontamente ao editor responsável.

 

Erratas e Retratações

A Revista poderá publicar erratas ou retratações para registro e correção de falhas ou descumprimentos das regras e padrões previstos na Ética da PublicaçãoProcesso de Avaliação pelos Pares e Diretrizes para Autores, em especial nos seguintes casos:

  • erro humano na coleta e classificação de dados; e
  • conduta intencional, como submissões simultâneas a mais de um periódico, conflito de interesse não declarado, fraude ou manipulação de dados, falha no cumprimento de protocolos de pesquisa, plágio ou “fatiamento” da pesquisa.

As erratas e retratações serão publicadas por meio das edições da Revista, identificando os trabalhos afetados, eventuais responsáveis e motivos.

A Revista não irá retratar trabalhos sem antes noticiar os autores e realizar análise das defesas escritas, se entregues no prazo conferido.